Como é sono normal das crianças?

É comum que os pais se sintam perdidos na tarefa de ensinar as crianças em como ter um sono considerado normal. Aprender o que realmente é um sono normal nas crianças, o que pode interferir no sono infantil e como ajudá-las, é o primeiro passo.

E só há uma maneira de chegar a este objetivo: estar atento ao sono dos seus filhos.

Popularmente se fala na necessidade de no mínimo 8 horas de sono por dia para uma rotina de sono saudável, mas do primeiro ano de vida até o final da adolescência esse tempo não se aplica e a quantidade ideal varia conforme a idade.

Levando em consideração que o sono tem uma função reparadora no organismo de todo ser humano, para a criança, além de promover esse descanso, refletirá diretamente no crescimento e no desenvolvimento.

É durante o sono que as crianças solidificam seus aprendizados. Alterações no padrão de sono irão afetar a memória, aprendizado e comportamento (desatenção e mau humor), incluindo a regulação na liberação do hormônio GH (hormônio do crescimento).

sonolência diurna pode levar a déficit de aprendizado nas crianças

QUANTO É O TEMPO NORMAL DE SONO DAS CRIANÇAS?

Segundo a Academia Americana de Medicina do Sono, recomenda-se que:

  • Bebês com idade de 4 a 12 meses, devem ter entre 12 e 16 horas de sono (incluindo cochilos);
  • Crianças pequenas com idade entre 1 e 2 anos, devem ter entre 11 e 14 horas de sono;
  • Crianças em idade pré-escolar com cerca de 3 a 5 anos, devem ter entre 10 e 13 horas de sono;
  • Crianças em idade escolar com cerca de 6 a 12 anos, devem ter entre 9 e 12 horas de sono;
  • Adolescentes entre 13 e 18 anos, devem ter entre 8 e 10 horas de sono.

 

Portanto, dormir pelo tempo essencial, em cada faixa etária, promove a melhora na atenção, na memória, no comportamento, na aprendizagem e também na saúde emocional.

Bebês muito pequenos, até os 4 meses, ainda não estão com o ritmo circadiano estabelecido, sendo importante que os pais estejam atentos para ajudá-los a “entrar no ritmo” de forma suave, com paciência.

Com o ritmo circadiano se estabelecendo, o tempo e o período de sono vão se ajustando, diminuindo os períodos diurnos de sono nos primeiros anos de vida e cessando até os 5 anos.

Cuidar do que chamamos de higiene do sono é primordial. Manter um ambiente sem luz (ou luz baixa), sem barulho, sem eletrônicos, com colchão e temperatura ambiente confortáveis, são mecanismos que ajudam muito a estabelecer uma rotina e melhorar a qualidade de sono.

Sono de qualidade não combina com telas

Para criar um hábito de sono saudável, deve-se estabelecer um horário para dormir e segui-lo como um ritual. Diminuir o acesso a fatores estimulantes como luz branca e telas (TV, celular, tablets, vídeo games, computadores etc.), faz com que diminua a atividade mental e física, auxiliando no relaxamento necessário que antecede o período de sono.

A alimentação noturna também merece atenção, pois pode influenciar o sono da criança. Durante a noite o metabolismo fica mais lento, o que dificulta o metabolismo de gorduras e açúcares, portanto, nada de doces e frituras próximo ao horário de dormir.

ESTEJA ATENTO AO SONO DAS CRIANÇAS

Vale destacar que tão importante quanto a quantidade de horas dormidas, está a qualidade do sono.

É importante estar atento também ao período de sono da criança. Ronco, suor noturno, movimentação em excesso e despertares não são comuns e podem significar alterações na qualidade do sono.

Estima-se que 20 a 30% das crianças saudáveis apresentem algum distúrbio do sono até a adolescência. Estes distúrbios podem levar a déficits de atenção e memória, irritabilidade, alterações metabólicas, aumento de peso, sonolência diurna, sono agitado e alterações do neurodesenvolvimento.

Insônia pode causar irritabilidade nas crianças

A Classificação Internacional dos distúrbios do sono (International Classification of Sleep Disorders – ICSD-3) divide os distúrbios do sono em 7 categorias:

  1. Insônia
  2. Distúrbios respiratórios do sono
  3. Hipersonias de origem central
  4. Distúrbios do ritmo circadiano de sono e vigília
  5. Parassonias
  6. Distúrbios do movimento relacionados ao sono
  7. Outros distúrbios do sono

 

Adicionalmente a isso, um estudo recente, publicado na revista Sleep Medicine classifica o Transtorno do Sono Agitado como um novo transtorno do sono na infância.

Abordar cada um dos distúrbios é um assunto vasto, pois cada um deles possui sua neurofisiologia particular, além de não serem os únicos motivos que podem atrapalhar o sono das crianças e adolescentes.

Além dos distúrbios do sono, há doenças respiratórias, inclusive as consideradas sazonais, como a bronquiolite, doença respiratória viral muito comum no inverno, que podem afetar a qualidade do sono do bebê e das crianças. Febre, congestão nasal e tosse, além de causarem alterações respiratórias, afetam o sono de modo importante, aumentando a taxa de irritabilidade e sonolência diurna.

Para os pais, desconfiar da existência de um algo a mais no sono dos seus filhos e principalmente, relatá-los ao pediatra, pode fazer a diferença para o desenvolvimento e crescimento.

Comunique o pediatra ou procure um especialista em sono, se julgar necessário. Um correto diagnóstico e consequentemente tratamento deve ser realizado de forma personalizada.

polissonografia em crianças

Alguns distúrbios do sono podem ser diagnosticados através de uma Polissonografia, exame que avalia tanto a qualidade, quanto a quantidade de sono de forma bem completa.

A fisioterapia respiratória pode auxiliar no tratamento de alterações respiratórias, como a bronquiolite, a asma e a fibrose cística, ajudando a criança no alívio de sintomas e consequentemente, promovendo um sono mais reparador.

A saúde do sono de um indivíduo é algo que deve ser cuidado desde sempre. Consulte um especialista.

 

 

 

Fonte:

  1. https://residenciapediatrica.com.br/detalhes/347/disturbios%20do%20sono%20na%20infancia#:~:text=A%20dura%C3%A7%C3%A3o%20do%20sono%20nas,escolares%20e%20adolescentes%2C%20respectivamente4.
  2. https:// institutodosono.com/artigos-noticias/disturbio-do-sono-agitado/
  3. https:// sonoemedicina.com.br/infancia/sono-agitado-na-infancia-e-uma-queixa-comum-no-consultorio/
Open chat
Olá! Como podemos ajudar?